Estação Ferroviária se despede do São João com forró, poesia e final do Concurso de Quadrilhas Estilizadas


Fotos: Elvis Edson

 

Julho chegou e trouxe junto a saudade. Depois de dois anos sem festividades, o Maior e Melhor São João do Mundo voltou, escolhendo o tema: São João do Reencontro, a Capital do Agreste realizou 28 dias de festejos, mais de 800 apresentações em 24 polos e recorde de público. A Estação Ferroviária, durante todo mês, recebeu muitos caruaruenses e turistas para visitar a cidade cenográfica, aproveitar a gastronomia e o autêntico forró pé de serra.

No Juarez Santiago, o forró começou a tarde, com o Polo da Inclusão, o trio Forró do Bom foi a primeira atração, na sequência foi a vez da apresentação das crianças de uma escola municipal, seguindo com a dança dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e encerrou com o forró estilizado da Banda Segnus. No fim da tarde foi a vez dos trios Tabajara, Unidos do Forró, Os Três Que Gosto, Forrozando de Ouro e encerrando a temporada Trio dos Viegas.

No Polo do Repente, a programação contou com palestra e roda de conversa sobre os homenageados do São João 2022, os repentistas Raimundo Caetano e Rogério Meneses e o declamador Pedro Poeta. Os forrozeiros ainda ouviram as Histórias de Onildo Almeida, depois dançaram forró com Trio Vozes da Seca, com as participações especiais: João do Pife e Banda Princesa do Agreste. O Polo do Repente finalizou a última noite de festa com o Grupo Pérola Negra e a quadrilha Junina Arrasta-Pé.

Já o Polo Infantil, a recreação ficou com a Turma da Kika, seguido da apresentação do Espetáculo Cordel Animado e finalizou a festa da criançada com as Bonecas de Cordel.

Outro que se despediu com muito forró foi o Polo Camarão e Polo das Quadrilhas. O local recebeu a final do XXV Festival de Quadrilhas Estilizadas de Caruaru e depois a sanfona tomou conta do espaço com a banda As Fulô e encerrou com Ceiça Moreno.

COMPARTILHAR