Itaúna foi palco da primeira noite do São João na Roça em Caruaru

Teve o colorido das bandeirinhas e dos balões, banda de pífanos, sanfona, zabumba e forró. E teve também a alegria da comunidade que, há dois anos, esperava ansiosa para viver o São João. A primeira atração que subiu ao palco em Itaúna foi o Trio Caruara, que colocou o povo para dançar o autêntico forró pé de serra.
Na sequência, apresentaram-se As Januárias, um trio formado por mulheres que esbanjou muita beleza e simpatia. As recifenses, que já estiveram no Maior e Melhor São João do Mundo como turistas, destacaram a responsabilidade de se apresentar na festa. “É uma responsabilidade imensa, o São João de Caruaru é encantador. E poder estar, aqui, cantando, levando para o público um pouco da nossa música, da nossa identidade é maravilhoso”, destacou uma das componentes do trio, Sidicleia Marques.
Aos pouquinhos, os moradores da localidade foram chegando para arrastar o pé e aproveitar a noite. Entre os forrozeiros com o coração cheio de saudade e muito ritmo nos pés, estava o casal Maria e Almir, que não escondia a felicidade de poder voltar a viver nossa cultura. “A gente não via a hora. A saudade era grande de poder aproveitar, de poder dançar o nosso forrozinho. Não tem coisa melhor não”, afirmou Maria Helena.
O prefeito Rodrigo Pinheiro também prestigiou o evento e reforçou a importância de descentralizar o São João e levar a festa para os quatro cantos da cidade. “Depois de dois anos sem São João, sem o São João na Roça e, hoje, poder estar aqui junto do nosso povo é maravilhoso. E tenho certeza de que, assim como aqui em Itaúna, a festa será linda nas outras onze localidades do polo”, destacou o prefeito.
Quem encerrou a noite foi o sobrinho de Luiz Gonzaga, o cantor Joquinha Gonzaga, que animou o público com os sucessos do Rei do Baião.
COMPARTILHAR