Polo Azulão atraiu público alternativo que dançou ao som do metal, música regional e punk rock

Conhecido como Polo Alternativo, o palco Azulão abriu espaço para muito rock, punk rock, música regional e metal, uma mistura de ritmos que fez o público dançar até a madrugada.

A primeira banda a subir ao palco foi a Sangue de Barro, com integrantes caruaruenses. A mistura de instrumentos é o diferencial, eles juntam percussão, com pífano, guitarra e bateria, resultando num ritmo diferenciado.

“Esse Polo é um refúgio para os amantes dos ritmos alternativos. Eu vim de Gravatá com meus amigos para prestigiar a abertura oficial do Polo Azulão e curtir bastante”, afirmou o professor Gustavo.

Logo em seguida foi a vez do cantor Herbert Lucena, que cantou clássicos da música pernambucana ao ritmo do coco. Depois foi a vez do metal da Alkymenia, levando o público a loucura. Para encerrar a noite, a banda recifense Devotos, liderada pelo cantor Cannibal, colocou todo mundo pra dançar o punk rock.

Os shows começam sempre às 20h e seguem até as 2h. O Polo Azulão fica na Rua Armando da Fonte, em frente ao prédio da Associação Comercial e Industrial de Caruaru (Acic), no centro da cidade.

*Programação*

*SÁBADO (18/JUN)*

20h – ROGERIA DERA
21h30 – AVE SANGRIA
23h – ORTINHO
0h30 – JORGE DU PEIXE

*DOMINGO (19/JUN)*

20h – JOANATAN RICHARD
21h30 – ERISSON PORTO
23h – SIBA
0h30 – PAULO MIKLOS

Fotos: Felipe Correia

COMPARTILHAR