Prefeitura de Caruaru dá início à Semana Municipal da Pessoa com Deficiência

O evento realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos junto com a Acace, APODEC e Comud levou informações para a zona rural

(Fotos: Divulgação)

A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, deu início nesta terça-feira (21) à programação da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência, celebrada em todo o estado durante esse período. Com o tema “O Protagonismo da Pessoa com Deficiência nas Políticas Públicas”, as ações estão sendo promovidas em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comud), a Associação de Pessoas com Deficiência de Caruaru (APODEC) e a Associação Caruaruense de Cegos (Acace). A Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru é também parceira desta ação.

A Zona Rural do município foi escolhida para receber a primeira atividade, que consistiu numa roda de diálogo com os moradores das comunidades de Xicuru e Pau Santo, com o intuito de informar sobre as formas de acolhimento e atendimento da pessoa com deficiência pelas entidades. “Aqui no 4º Distrito identificamos 12 cadeirantes que precisam conhecer os serviços e ações a que têm direito, Foi de grande valia esse encontro”, pontuou a coordenadora do Cras Xicuru, Marta Oliveira. “É de grande importância trazer nossos serviços para as pessoas da Zona Rural, que têm dificuldade de ter acesso às informações, para fazer a escuta das pessoas com deficiência da comunidade e saber a necessidade delas”, destacou a presidente da Acace, Lucy Tertulina.

Entre as ações em destaque previstas para o decorrer da semana, está o Seminário de Esporte Paralímpico e Inclusão que contará com a participação do vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Ivaldo Brandão, nesta sexta-feira (24), das 14h às 17h, no auditório do Senac de Caruaru. O evento será voltado para os usuários das instituições esportivas do município, assim como das entidades ligadas às pessoas com deficiência, mas é gratuito e aberto ao público. Para participar, basta chegar no local e se inscrever. “A Programação da Semana da Pessoa com deficiência foi pensada para ser feita em vários locais para descentralizar as ações e levar informações e atividades para onde estiverem as pessoas com deficiência”, ressaltou a coordenadora de Promoção das Pessoas com Deficiência da SDSDH, Rosimery Silva.

COMPARTILHAR