Primeiro Festival de Violeiras de Caruaru garante homenagens no Dia Internacional da Mulher

Quatro duplas de repentistas se apresentaram na noite desta sexta (8) no Marco Zero

(Fotos: Jorge Farias)

Uma noite marcada por muita poesia, cantoria e homenagens. Assim foi o primeiro Festival de Violeiras, promovido pela Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo do município, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Quatro duplas de repentistas subiram ao palco montado no Marco Zero e abrilhantaram a festa ao lado da declamadora Mariana Teles, que apresentou o evento.

“A gente sempre teve a tradição de fazer o festival de viola, agora só mulheres se apresentam no palco, mostrando toda nossa arte da cultura popular. Tudo isso para que a gente possa ter uma Caruaru que seja mais igual, sempre fortalecendo e garantindo os direitos das mulheres da nossa terra”, destacou a prefeita Raquel Lyra.

Quem esteve no local elogiou a iniciativa. “Este festival fala um pouco da cultura local. É muito enriquecedor para que as pessoas relembrem os velhos tempos. E é importante porque junta as mulheres, algumas que a gente nem conhecia, todas fazendo o repente que é muito forte na nossa cultura”, pontuou a artista plástica Daniele Guerreiro.

“Para mim foi muito gratificante, a gente precisava que todas as cidades do Nordeste valorizassem nós mulheres em todas as categorias, principalmente na viola. Então a gente tem somente a agradecer a bondade da prefeita, que sendo mulher lutou por esse objetivo”, disse a repentista Maria Soledade, que se apresentou no festival.

COMPARTILHAR