Projeto “Caruaru que Acolhe” oferecerá serviços e atendimentos gratuitos no Bairro João Mota

Iniciativa é promovida pela Prefeitura de Caruaru em parceria com instituições

Uma ação integrada promovida pela Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH), irá ofertar diversos serviços e atendimentos gratuitos no Bairro João Mota, nesta sexta-feira (13), das 14h às 17h.

A iniciativa é feita em parceria com a Asces-Unita, com o 2º Cartório do Registro Civil de Casamento e o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). A ação faz parte do Projeto Caruaru que Acolhe da SDSDH. A população contará com os atendimentos de orientação jurídica da Asces-Unita, através do Escritório de Práticas Jurídicas (EPJ); além de programas e serviços ligados à cidadania e direitos humanos.

Além disso, os moradores contarão com atividades laborais com professores de Educação Física; aulão de macroginástica (Gerência de Esportes e Lazer); oficinas do Qualifica Caruaru (Gerência de Proteção Social); Projeto Fazendo Direito (Gerência de Proteção Social); Brechó Solidário (Grupo Fraterno) e emissão de Registro de Casamento Civil, primeira e segunda via de Certidão de Nascimento.

O serviços serão oferecidos na quadra da Escola Municipal Dr. Amaro Lyra e Cesar – CAIC, localizada na Rua São Nicolau, sem número, Bairro João Mota.

Serviço
O quê? “Projeto Caruaru que Acolhe”
Quando? sexta-feira (13)
Onde? quadra da Escola Municipal Dr. Amaro Lyra e Cesar – CAIC
Endereço? localizada na Rua São Nicolau, sem número, João Mota
Horário? Das 14h às 17h

Caruaru que Acolhe
O Projeto Caruaru que Acolhe tem como objetivo proporcionar as comunidades urbanas e rurais em que a população em sua maioria esteja em situação de vulnerabilidade social, de informações e serviços na perspectiva da fraternidade e garantia dos direitos humanos. O projeto teve início em março de 2019 e tem como enfoque o estímulo à qualificação profissional; segurança alimentar; esporte lazer e qualidade de vida.

Agrega parcerias com instituições que já realizam trabalhos com as comunidades, como: associações de moradores, instituições religiosas, grupos de trabalho social, ONGs etc. O projeto já passou pelo Sítio Cajazeiras, Comunidade Mãe Morena, Bairro Nova Caruaru, Alto do Moura, Comunidade Novo Mundo, Bairro Demóstenes Veras, Comunidade Encanto da Serra, Bairro Salgado e Bairro São João da Escócia.

COMPARTILHAR