Projeto do Parque Ferroviário de Caruaru é apresentado a membros da arte e cultura da cidade

O novo espaço manterá toda parte histórica e cultural do local, trazendo modernidade e uma nova estrutura para os ambientes

A Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e demais secretarias envolvidas, apresentaram, nesta quinta-feira (21), na Sala de Monitoramento do Palácio Jaimr Nejaim, o novo projeto do Parque Ferroviário de Caruaru – Estação Armazém de Cargas, localizado na Estação Ferroviária.

O encontro contou com as participações de membros do Instituto Histórico de Caruaru, da Academia de Cordel, do Conselho de Cultura, da Academia de Letras, de representante do Poder Legislativo, dentre outros.

Na ocasião, foi apresentada em forma de projeto, toda estrutura de como ficará os espaços, áreas as quais serão restauradas, novos espaços, bem como, toda estrutura que será mantida dentro do protejo. “O projeto foi pensado e idealizado para manter a identidade histórica e cultural do local, trazendo novos traços, modernidade aos ambientes e claro, um local bem estruturado em relação à parte física. A nova Estação Ferroviária trará ainda mais cultura para Caruaru”, pontuou o arquiteto e responsável por restauros, Jorge Passos.

A nova área terá espaço escola, artesanato, lojas colaborativas, espaços de oficinas, espaço para mamulengo e também para o Instituto Histórico da cidade, entre outras áreas culturais. “Caruaru além de ser um grande centro de artes e de cultura de Pernambuco, também será responsável pela primeira requalificação de uma estação ferroviária do interior do Estado. O projeto da nova Estação Ferroviária, sem dúvidas, será um grande marco na cidade. Será através do novo espaço que a história passada poderá ser recontada de gerações para gerações”, afirmou o presidente da Fundação de Cultura, Rafael Martiniano.

De acordo com o historiador e também presidente do Conselho de Cultura de Caruaru, José Urbano, são projetos como este que dão sinal que a valorização da cultura não fica para trás, que aliás, revive com o passar dos anos. “É de um grande avanço poder acompanhar a elaboração e execução de uma grandiosa obra como esta que Caruaru irá ganhar. De uma vez só, vamos resgatar os valores históricos e culturais da cidade, como também trazer o que há de novo e moderno para dentro dos ambientes, trazendo mais conforto e com uma estrutura adequada que irá atender a todos. Tenho certeza que Caruaru só tem a ganhar”, disse José Urbano.

A obra tem duração de 14 meses após o seu início.

COMPARTILHAR