Portal atualizado em: 28/05/2023 | 12:27h

Autor: Comunicação

Renascimento do Carnaval e descentralização do São João foram os destaques da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru em 2018

Em 2018, turistas e caruaruenses sentiram os efeitos do trabalho de valorização e resgate que a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru (FCTC), se comprometeu em fazer. Os eventos culturais valorizaram festas de outrora que marcaram época em nossa cidade. Os eventos no calendário de Caruaru começaram no mês de fevereiro, relembrando os Carnavais […]

31/12/2018 15h15

(Fotos: janaína Pepeu)

Em 2018, turistas e caruaruenses sentiram os efeitos do trabalho de valorização e resgate que a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru (FCTC), se comprometeu em fazer. Os eventos culturais valorizaram festas de outrora que marcaram época em nossa cidade.

Os eventos no calendário de Caruaru começaram no mês de fevereiro, relembrando os Carnavais de ouro do início do século XX na princesinha do Agreste. A FCTC preparou uma semana pré-carnavalesca recheada de frevo e muitas manifestações culturais. O Centro da cidade se transformou num “corredor da folia”, no qual oito polos receberam o público de toda a região. O Carnaval Caruaru Cultural levou mais de 30 mil foliões às ruas do município.

Um grande compromisso da gestão é a valorização e o fortalecimento da Feira de Caruaru, Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Pensando nisso, o II Festival Gastronômico Comidas de Feira, resgatou a importância da feira, utilizando insumos vendidos pelos feirantes, e uniu a experiência dos cozinheiros dos restaurantes locais em conjunto ao conhecimento dos chefs. Dezesseis restaurantes da cidade entraram no circuito do Festival, que fez parte das comemorações da Semana Santa.

Ainda dentro da Semana Santa, a Fundação fortaleceu o conceito das comemorações da época com projeto Caruaru por Paixão, que contou com circuito gastronômico, exposições e mostra musical. A FCTC realizou um trabalho descentralizado, que incluíram circuito gastronômico, exposição de arte popular sacra, apresentações artísticas, cortejos, teatro, mercado criativo e intervenções urbanas.

Maior manifestação popular do interior do Nordeste, o São João de Caruaru é conhecido como o melhor do mundo, teve seu início em um arraial, na Rua 3 de maio, que tornou-se um grande palhoção, com quadrilhas, comidas gigantes, decoração junina e muito forró, que fizeram parte da festa de lançamento de toda a programação do São João deste ano.

O trabalho de valorização da tradição aliado à modernização dos festejos resultou numa nova proposta aprovada por 97,4% dos visitantes, os turistas avaliaram com a nota média de 8,9 o São João 2018, superando a avaliação do ano passado. Comunidades da zona rural foram contempladas mais uma vez com os polos São João na Roça, com 10 localidades escolhidas. A tribo alternativa mais uma vez curtiu o Polo Azulão. “O São João descentralizado contou com 22 polos, onde mais de 500 atrações se apresentaram, 72% delas selecionadas por meio de edital, 77% de artistas de Caruaru na programação geral, feito inédito na realização do evento”, afirmou o presidente do Comitê Gestor do São João 2018, Leonardo Salazar.

No mês de outubro, a Fundação de Cultura e Turismo, realizou uma vasta programação para a criançada da Capital do Agreste. O evento deste ano teve o tema “Criança é para ser criança, criança é para ser feliz”. Os pequenos fizeram a festa na Praça da Criança com apresentação da Cigana Contadora de Estórias; teatro de mamulengo; recreadores e oficina de barro; maquiagem artística em rosto e apresentação circense; cineinfantil e tenda de leitura.

Foi realizado para os amantes da viola e da boa poesia, o II Festival de Violeiros Ivanildo Vila Nova, na Praça Chico Porto. O festival contou com a participação de diversos repentistas e declamadores de Caruaru e de outras cidades e apresentação de Rogério Meneses.

No mês de novembro, foi comemorada à semana alusiva ao dia da Consciência Negra, “Semana Cultural Afro Brasileira”. A programação contou com a Coletivo Afro Brasileiro Bará Àsá, Movimento Timbal na Vêia, Bará Cultural Produções, Preta Ohanna, Emoriô Stúdio, Stúdio K, Ilê Axé Ojú Oyá, Associação dos Feirantes do Artesanato de Caruaru, ACACCIL, entre outros. Com várias ações culturais, artísticas e educativas.

Ainda sobre as ações de 2018, o Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru, no nome da presidente, Socorro Maciel, teve como destaque algumas ações que fizeram a diferença em nossa cidade, dentre eles: Editais de seleção artística do São João e da Semana Santa, Plano Municipal de Cultura: “Caruaru, Cidade das Artes”, Fundo Municipal de Cultura e Realização do I Fórum Municipal de Cultura.

A Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru realizou, uma série de palestras sobre o Museu da Fábrica de Caroá, que este ano completou 30 anos de inauguração. Em parceria com a Secretaria de Educação, a iniciativa estimulou os alunos e gestores da rede municipal de ensino a visitarem o museu.

Ainda no mês de dezembro, Caruaru fez jus ao título da cidade de “Capital do Forró”, realizando a 2º Semana do Forró com o projeto “Viva Gonzaga”, em homenagem ao Dia Nacional do Forró, comemorado em 13 de dezembro, data de nascimento do cantor e compositor Luiz Gonzaga, o “rei do baião”. A data foi instituída pela Lei nº 11.176, de 6 de setembro de 2005.

Para fechar com chave de ouro o ano de 2018, o Alto do Moura foi comtemplado com a abertura do “Caruaru terra Natal 2018”, trazendo o tema Brincantes da Nossa Terra Natal. Com uma decoração temática, inspirada nos folguedos e brincantes da cultura nordestina, com ocupações dos espaços da cidade e apresentações artísticas/culturais com direção musical do maestro Mozart Vieira, direção de criação do multiartista Gabriel Sá e coreografias do bailarino Marcos Mercury. “O calendário natalino teve como objetivo proporcionar aos caruaruenses, turistas e visitantes, um Natal temático, baseado nos valores cristãos, de forma descentralizada, incluindo os locais símbolos de Caruaru”, explicou a presidente da FCTC, Maria Alves.

Vale ressaltar, no dia 31 de dezembro, a partir das 22h, o tradicional réveillon no Marco Zero encerra o calendário natalino de Caruaru, com uma programação bastante especial. Pela primeira vez na festa da virada de ano do município, o artista Adilson Ramos anima a noite que terá, ainda, a participação da Banda Versátil, regida pelo maestro Bitonho.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade