Título de Patrimônio Vivo 2021 é entregue em Caruaru

Edição 2022 será publicada no Diário Oficial, desta quarta-feira

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (17), na Sala de Monitoramento do Palácio Jaime Nejaim, a entrega do Título de Patrimônio Vivo 2021. Devido à pandemia, o ato de entrega não pôde ser realizado no ano passado.

“Este é um momento de celebração e valorização da nossa classe artística da cidade. É através deste título também que mais pessoas podem conhecer suas histórias, o que fizeram pela cidade e, assim, levar mais conhecimento de geração em geração”, pontuou o presidente da Fundação de Cultura de Caruaru, Rafael Martiniano.

Na ocasião, receberam o título Onildo Almeida, Família Vitalino, Ivete Cairo, Zefinha Parteira, representada pela sua filha, Maria José e Augusto Eventos, que levou o título através da votação popular.

De acordo com o compositor da Feira de Caruaru, Onildo Almeida, o título representa muito mais do que possa parecer. Ele é sinônimo de reconhecimento da cultura popular que é tão forte na Capital do Agreste. “Reconhecer o artista é a prova do amor pela cidade, do incentivo à cultura e, mais, da importância que cada pessoa aqui tem para a história de Caruaru, um momento ímpar este de hoje”, afirmou Onildo.

Além das homenagens do dia, também foi lançado pelo prefeito Rodrigo Pinheiro, a edição 2022 do Edital de Patrimônio Vivo, que sairá no diário oficial, desta quarta-feira (17). Nele, mais cinco representantes de Caruaru serão escolhidos como Patrimônio Vivo ano 2022.

“Vamos dar continuidade a este grande projeto de valorização da cultura e incentivo financeiro a quem tanto fez e faz por nossa cidade. Em breve, mais cinco novos nomes farão parte do conjunto de 20 Patrimônios Vivos de Caruaru”, finalizou Rodrigo Pinheiro.

COMPARTILHAR