Vigilância em Saúde de Caruaru participa de reunião integrada para combate a Esporotricose Felina

Profissionais de Caruaru, Igarassu e da Saúde Estadual acompanharam trabalho realizado em Olinda

(Fotos: Divulgação)

A Secretaria de Saúde de Caruaru, por meio da Vigilância em Saúde, esteve, nesta segunda-feira (11), participando de uma reunião integrada no Centro de Vigilância Ambiental de Olinda (CEVAO). Estiveram presentes a Vigilância Ambiental e a Gerência de Proteção Animal (GPA) de Caruaru, além dos representantes de Igarassu e da Secretaria Estadual de Saúde.

Os profissionais trocaram experiências e conheceram o trabalho desenvolvido no CEVAO na prevenção e combate a Esporotricose Felina – doença que apresenta micose subcutânea causada pelo fungo Sporothrix schenckii e que afeta a pele e os vasos linfáticos, podendo atingir ossos, pulmões e articulações.

Olinda é pioneira na notificação de casos e apresentou aos presentes todo o processo de trabalho, desde o chamado, visita, abordagem à população, coleta, envio ao laboratório, recebimento de laudo, dispensação do medicamento Itraconazol, acompanhamento dos casos, entre outras medidas.

Para a gerente da Vigilância Ambiental e veterinária, Claudia Agra, a reunião serviu para enriquecimento técnico das discussões visando implantação da vigilância dessa nova doença no município. “O objetivo da reunião foi trocar experiências e buscar as melhores formas de combate a Esporotricose Felina”, explicou.

COMPARTILHAR